By the Way, havia um inglês no meio do caminho

11/12/2008

Primeira sala de aula ou “Cara, vai ser só por uns tempos!”

Como foi? Bem, eu me lembro de estar em frente ao quadro que era um daqueles blocos grandes preso a um cavalete e ter uma sensação boa e meio retardada, do tipo: nossa, eu estou mesmo dando aula! Eu não me lembro das estratégias que eu usava, como dividia a aula, se falava só inglês ou inglês misturado com português. Nada disso era importante para mim naquele momento. Eu estava mais preocupada em me afirmar como professora. Era como se a aula fosse para provar que eu era capaz de estar naquele lugar, coisa que não era nem um pouco fácil para mim! Fiquei super nervosa no primeiro dia, achando que não tinha a menor condição de fazer o que estava prestes a fazer. Porém as aulas corriam bem, os alunos aceitavam todas as propostas, eu tinha paciência para explicar quantas vezes fossem necessárias, disso eu me lembro bem. Além do mais, não tinha o peso de uma decisão profissional do tipo: “É isso que eu vou fazer para o resto da vida”. Era só mais uma experiência. Uma experiência um tanto viciante porque eu logo percebi que essa história de ajudar uma pessoa a aprender alguma coisa vinha acompanhada de uma incrível sensação de bem-estar.

Eu não estava muito preocupada com meu “bem-estar” na época ou teria percebido que tinha acabado de encontrar minha verdadeira vocação. Fui colocar currículos por aí e seguia afirmando veementemente: “Cara, vai ser só por uns tempos! Só para capitalizar!”

Mas, quem é professor sabe, esse negócio de dar aula vicia.

Anúncios

2 Comentários »

  1. Parabéns pelo Blog!
    É claro, tem linguagem interessante e desnuda sem medos a alma de uma professora!

    Show de bola!

    Comentário por Leandro Rocha — 12/12/2008 @ 01:43 | Responder

    • Obrigada, Leandro, pela visita e pelo comentário!
      Espero te ver sempre por aqui e espero que possamos compartilhar experiências também em outros campos, já que, na minha opinião, todo profissional dedicado e focado na relação com os demais é, de certa maneira, um educador. O que acha?
      Beijos

      Comentário por sabinemendes1 — 13/12/2008 @ 13:42 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: