By the Way, havia um inglês no meio do caminho

11/12/2008

Voluntária sim! Por que não?

Making a long story short, ou seja, pra encurtar a história, no meio da faculdade de cinema eu já estava de saco cheio de um monte de coisas. Dezoito anos, tendo feito minhas próprias descobertas sobre a vida, mudando radicalmente de opinião, achando que minha família era parte do time inimigo (e vivendo bancada por eles, é claro!), eu encontrei o Movimento Humanista (no qual sigo até hoje) que dizia que devíamos tratar aos demais como gostaríamos de ser tratados e era inteiramente composto por voluntários que faziam projetos sociais junto com autoconhecimento. Tinham uma proposta política de esquerda e ao mesmo tempo acreditavam que a mudança social só viria com uma mudança pessoal simultânea. Comecei a atuar como voluntária em seus projetos.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: