By the Way, havia um inglês no meio do caminho

Os “causos”

Os “causos” aqui relatados não pretendem ser “nada além, nada além de uma ilusãããooo”. Busco lembrar-me exatamente de como me sentia e em que acreditava na época em que cada coisinha aconteceu. Ainda que todos tenham como base eventos reais, sabemos muito bem como esse “real” pode ser relativo, né?

Uma visita ao passado como essa é sempre uma (re)construção do passado, mas o objetivo de mencionar preconceitos, visões pequenas de mundo e coisas do gênero livremente é poder recordar meu processo como educadora e incentivar a que outras pessoas façam o mesmo.

Educação é processo. Em nossas crenças – e em como elas foram se modificando ao longo do tempo – estão as chaves de nossa aprendizagem.

“O mundo não é, o mundo está sendo”, dizia Paulo Freire.

Divertidíssimo rever-me, desde os doze quando essa história começa, até o momento atual: e espero que vocês se divirtam tanto lendo, quanto eu me divirto escrevendo essas memórias-em-gotas.

Beijos
Sabine

PS. Se quiserem mandar “causos” seus, ficarei feliz em publicá-los, nem que tenha que abrir outro blog para isso! Conversemos, então.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: