By the Way, havia um inglês no meio do caminho

11/12/2008

“Eles levam isso à sério mesmo!”

O olhar dos outros foi fundamental no meu processo de construção como professora de inglês. Eu não parava de pensar: Essas pessoas levam isso mesmo a sério! Existe técnica para isso! Não dá pra fazer com boa vontade não, tem que saber como fazer! E sentia-me dividida entre o alívio de encontrar-me entre pessoas que achavam minha habilidade lingüística (capitalista ou não!) algo útil e digno de salário (ainda que mísero!) e o medo de estar me afundando no Lado Negro da força, prestes a me tornar uma especialista em algo politicamente incorreto.

Eu passei em um dos treinamentos. Só fui saber quanto ganharia depois de toda a tortura. Não era mal para uma iniciante. Sem carteira assinada, sem benefícios, sem nada. Mas não era de todo mal! Logo, o segundo curso me chamou, também um curso para executivos, o chamado business english. Nesse curso, não houve treinamento. Só uma conversa, apresentação dos livros e lá fui eu dar aula. Era um curso menor e menos glamouroso. Tudo mais prático. Negociação de salário na hora, se não gostar pode ir embora.

Estava pronta para os alunos (ou não). É, mais para “ou não”. Mas deixem-me rememorar a doce inocência de quem começa achando que sabe de tudo…

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.